Tendências

Tendências

agriculture | climate change | environment | farming | food | Global Ideas | greenhouses | high-tech farming | Netherlands | precision farming | smart farming

Precision Farming na Holanda

Publicado em 12/04/2019

À medida que a população global cresce, aumenta também a necessidade por comida. Poderia a Holanda e seu pensamento alternativo de agricultura -que não depende do solo, sol, água e pesticidas- ser a resposta? O país mais conhecido mundialmente por suas tradicionais tulipas e calçados de madeira é o segundo maior exportador de hortaliças do mundo – com exportações de € 6 bilhões anuais. Cebolas, batatas e alguns vegetais adeptos ao clima do sul, como tomate, pimentão e pimenta, estão entre os produtos mais vendidos. Eles estão cultivando-os com muito menos água e pesticidas do que se a produção estivesse acontecendo no solo ou ao ar livre.
Eles fazem isso usando tecnologia de estufa, chamada “‘precision farming”, que alguns na indústria de alimentos afirmam ser a mais avançada do mundo. A matéria original pode ser acessada aqui no espaço de Global Ideas do DW (Deutsche Welle or DW é a emissora internacional pública da Alemanha).

A impressionante engrenagem por trás desses números impressionantes e da tecnologia “precision farming” está centrada na Wageningen University & Research (WUR), localizada a 80 quilômetros a sudeste de Amsterdã. Amplamente considerado como a principal instituição de pesquisa agrícola do mundo, o WUR é o ponto nodal do Food Valley, um cluster expansivo de start-ups de tecnologia agrícola e fazendas experimentais. Mais links interessantes para o assunto você encontra nessa matéria da National Geographic.

 

Ver outras tendências