Tendências

Tendências

3d printing | 3D Technology | biotechnology | cell therapy | Life Science | Medical | organ fabrication | regenerative medicine | tissue culture

Tissue Labs

Publicado em 29/07/2019

A cada 10 minutos, alguém é adicionado à lista de espera de transplante de órgãos dos EUA, totalizando mais de 113.000 pessoas à espera de órgãos substitutivos a partir de janeiro de 2019. Inúmeras pessoas que precisam de “peças de reposição” nunca chegam à lista de espera. E, em média, 20 pessoas morrem a cada dia enquanto esperam por um transplante. Como resultado, 35% de todas as mortes nos EUA (~ 900.000 pessoas) poderiam ser evitadas ou atrasadas com o acesso às substituições de órgãos. A demanda excessiva por órgãos doados só se intensificará à medida que tecnologias como carros autônomos tornarem o mundo mais seguro, já que muitos doadores de órgãos resultam de acidentes automobilísticos e de motocicletas. Veículos mais seguros significam menos acidentes e doações.

Claramente, substituição e medicina regenerativa representam uma oportunidade enorme. Aqui no Brasil a TissueLabs acaba de se tornar oficialmente uma startup incubada no CIETEC, o Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia da Universidade de São Paulo. TissueLabs é o principal grupo de bioimpressão 3D na América Latina. Gabriel Liguori, CEO e fundador da TissueLabs, está atualmente desenvolvendo pesquisa em medicina regenerativa e engenharia de tecidos no Instituto do Coração (InCor-HCFMUSP), atuando principalmente no desenvolvimento e avaliação de vasos sanguíneos artificiais e adesivos para regeneração cardíaca. Liguori está trabalhando para, um dia, construir órgãos artificiais que possam resolver os problemas de escassez e rejeição dos atuais transplantes. Você também pode conferir o trabalho dele na página do TissueLabs no LinkedIn.

 

 

Ver outras tendências