Tendências

Tendências

management | risk management

Gestão de riscos estratégicos

Publicado em 18/04/2017

Jim Collins, autor de livros consagrados como “Feitas para Durar”, disse: “Vamos viver diante de mudanças imprevisíveis e instabilidade por um longo tempo — talvez para sempre. Em ambientes assim, tem mais resultado quem mantém uma disciplina extraordinária. As empresas que se preparam para o pior antecipadamente.”

É senso comum que o nível de incerteza e a velocidade das mudanças no ambiente que rodeiam as organizações vêm aumentando e, como consequência, a análise de cenários e gestão de riscos estratégicos torna-se uma etapa crítica dentro do processo de gestão da estratégia.

É através da análise de cenários que definimos as premissas do ambiente externo que balizam as decisões corporativas. Entretanto, muitas organizações têm falhado em antecipar os movimentos do ambiente externo que deveriam provocar ajustes no plano estratégico definido. O problema é que muitas delas acompanham os indicadores do plano, mas deixam de acompanhar as premissas que estavam por trás do plano. Este problema é acentuado pelo calendário corporativo, que costuma dedicar apenas uma reunião anual (quando há alguma) para a análise de cenários. Além disto, poucas organizações mapeiam e monitoram continuamente riscos que podem impactar sua estratégia.

Ver outras tendências