Tendências

Tendências

banking | banks | generation z | millennials | p2p economy

Banking e a Geração dos Smartphones

Publicado em 24/05/2019

De acordo com o artigo publicado pela The Economist, “O que os banqueiros precisam saber sobre a geração móvel”, os clientes mais jovens têm grandes expectativas para um serviço rápido e conveniente. Uma pesquisa da consultoria Raddon mostrou que 85% dos millennials americanos (aqueles nascidos entre 1981 e 1996) utiliza serviços bancários móveis, e previu que a participação será ainda maior para a Geração Z (nascida após 1996). A principal razão pela qual as pessoas escolhem um banco é a conveniência, diz a consultoria. Para pessoas mais velhas, isso significa uma agência próxima; para os mais jovens, um excelente aplicativo.

Metade dos millennials americanos usam serviços de pagamento peer-to-peer pelo menos uma vez por semana. Em 2017, a Bain & Company, outra consultoria, perguntou a pessoas em 17 países se elas sentiriam mais falta do telefone ou da carteira se tivessem de passar um dia inteiro sem um deles. Em todos os lugares, exceto Japão e Malásia, a proporção de menores de 25 anos que escolheram o telefone ficou acima de 70%.

Esse artigo faz parte da reportagem especial da edição impressa sob o título “Kids these days”.

Ver outras tendências